MIURA CLUBE SÃO PAULO

Clube voltado à preservação do Miura sua história e importância no automobilismo brasileiro

REPORTAGENS MIURA

Reportagem  da Revista  Auto Esporte  sobre o Miura SALÃO DO AUTOMOVEL 86

Reportagem  da Revista  Auto Esporte  sobre o teste do Miura  realizado em 04/1977.

Reportagem  da Revista Quatro  Rodas  sobre o teste  do Miura  realizado  em 06/1977.

Reportagem  da Revista  Auto Esporte  sobre o lançamento do Miura Modelo 1979.

Reportagem da Revista Auto Esporte  sobre o lançamento  do Miura MTS  1979.

Reportagem  da Revista Auto Esporte  do Miura modelo 1980.

Reportagem  da Revista  Motor 3  sobre o Miura 1980/1981.

Reportagem  da Revista  Motor 3 , Miura Spider 1983. enviada pelo amigo Ovidio.

Reportagem  da Revista  Auto Esporte  sobre o Teste da Miura 787.

Reportagem  da Revista  Auto Esporte  X8 88-89

AUTO ESPORTE TOPSPORT91 IE

Reportagem da Revista Play Boy  sobre o lançamento do Miura X-8  Turbo.

Reportagens – Miura Clube São Paulo

Miura participa de provas de regularidade em Interlagos.

Ao contrário de uma corrida de velocidade, onde quem vence é aquele que anda mais rápido, a corrida de regularidade é uma prova onde o que vale é a capacidade do piloto em fazer todo o percurso da prova,  mantendo-se o mais próximo possível da média horária estabelecida.
Tal modalidade exige perícia, capacidade de cálculo e raciocínio, além de um excelente entrosamento entre o piloto e o carro, uma vez que não há confronto direto com os outros competidores e vence a prova aquele que andar mais próximo da média em todas as voltas.
Não é necessário nenhum preparo especial no veículo, porém é obrigatória a vistoria prévia do automóvel e a presença dos equipamentos básicos de segurança.
Para quem aprecia veículos antigos e originais, as provas de regularidade são uma excelente oportunidade de utilizá-lo de forma esportiva. Mas para quem pilota um carro esportivo, o difícil é segurar a adrenalina, conforme descreve nosso amigo Marcelo Pedro Oliveira, sócio do Miura Clube Brasil que participou da corrida com o seu Miura Top Sport e agora nos responderá algumas perguntas:
 
Miura Clube SP: Como ficou sabendo da prova de regularidade?

Marcelo: Através de um amigo que já participava das provas. Vários clubes costumam participar deste tipo de prova em várias categorias.

Miura Clube SP: Quais os requisitos necessários para participar da prova?

Marcelo: É necessário que o carro passe por uma perícia, onde são vistos os itens mínimos de segurança obrigatórios, como: Cinto de segurança, extintor, pneus em boas condições, etc. Também é obrigatório o uso de capacete.  Caso  o carro seja turbinado ou preparado, as exigências são maiores.

Miura Clube SP: É necessário fazer curso de pilotagem?

Marcelo: Não, mas é obrigatória fazer uma “aula” antes da prova, chamada de Briefing, que auxilia o piloto no momento da corrida, dando dicas de frenagens, retomada da aceleração, tangência de curvas, as bandeiras utilizadas etc.

Miura Clube SP: Como é o início da prova?

Marcelo: A largada é do tipo lançada. O carro madrinha faz a primeira volta com todos em fila indiana atrás e entra no box, aí vem a galera babando pra ultrapassar os mais lentos.

 Miura Clube SP : Qual o tempo da prova e como é a corrida?

Marcelo:  A corrida tem duas  baterias de 45 minutos, uma pra treino e tempo e outra valendo posição e tempo. Como é uma corrida de regularidade, ganha quem for mais regular em todas as voltas até o final da bateria. O piloto pode escolher três tempos: 2:45 min (o mais rápido, foi o que escolhi), 3:00 min e 3:15 min, se for mais baixo ou mais alto do que o estipulado perde-se pontos. Apesar de ter tempo estipulado, na pista, dá para andar muito bem e rápido, tanto que andei com o pé embaixo o tempo todo, meu menor tempo foi de 2:38 min.

Miura Clube SP: Como foi o desempenho do Miura Top Sport na corrida? 

Marcelo: Excelente nas curvas, satisfatório nas retas, porém perdeu um pouco de seu desempenho nas subidas, devido ao peso.

Miura Clube SP: Qual foi sua maior dificuldade durante a prova?

Marcelo: Controlar a emoção e a tensão durante a corrida, principalmente na hora das ultrapassagens. Se bobear o carro roda e você bate, a emoção é incrível e o Miura responde muito bem nas curvas.

Miura Clube SP: O que pesou mais, a vontade de acelerar ou o receio de danificar o carro tão estimado?

Marcelo: A vontade de acelerar! Mas é claro sempre com cuidado para não danificar o meu carro e os dos outros participantes.
 
Supervisão: Dorivaldo Cavalcante Pereira
Fotos: Marcelo Pedro Oliveira

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: